Você precisa conhecer profundamente o seu cliente!

“Fora do Aquário” é uma série de 5 lives realizadas no Instagram que eu, Camila Farani, organizei para trazer os principais temas de empreendedorismo diante de um Novo Oceano.

Você precisa conhecer profundamente o seu cliente!

“Fora do Aquário” é uma série de 5 lives realizadas no Instagram que eu, Camila Farani, organizei para trazer os principais temas de empreendedorismo diante de um Novo Oceano.

verificado-p9b5wei8xhwe6tpnd9l0yfyhsau4bv7zr389bvjd9k

Camila Farani

30 de julho • 10 min

verificado-p9b5wei8xhwe6tpnd9l0yfyhsau4bv7zr389bvjd9k

Camila Farani

30 de julho • 10 min

O terceiro dia de LIVE “Fora do Aquário” trouxe um convidado mais que especial, André Siqueira, Co-fundador da RD Station, autor do Best-seller “Máquina de Aquisição de Clientes”, eleito um dos Forbes Under30 em 2019 e que, Empreendedor Endeavor com prêmios de Empreendedores do Ano pela Endeavor (2017) e pela Revista Pequenas Empresas Grandes Negócios na categoria serviços (2015). 

A essência desse bate-papo girou em torno dos quatro pilares para implantar, minimamente, uma máquina de vendas: 

  1. PMF (Product Market Fit)
  2. ICP (Ideal Customer Profile)
  3. Conhecer o seu posicionamento
  4. Conhecer a matemática do seu produto

Neste artigo, eu vou aprofundar o segundo pilar que fala sobre Ideal Customer Profile (ICP), em português significa Perfil de Cliente Ideal. ICP é um conceito que traz como foco o perfil representativo de clientes-chave para o qual a empresa deve direcionar os esforços de prospecção para ter mais resultados em vendas.

André Siqueira enfatiza em LIVE que um dos principais pilares da máquina de vendas é conhecer profundamente o perfil ideal do seu cliente:

  • Como ele compra?
  • Por que ele escolhe o produto A e não o produto B?
  • Como é a rotina do seu cliente?
  • Quais são os hobbies desse cliente?
  • Com quem ele se informa e como ele se informa?
  • O que ele lê e onde ele lê?
  • Quais são as referências dele?

Você sabe a respostas para todas essas perguntas relacionadas ao seu cliente? Não? Então, fique atento, porque você precisa se aprofundar mais para conhecer o seu público.

No final das contas, tudo isso será fundamental para que você faça um bom marketing.

O sistema é importante, mas conhecer o seu cliente é muito mais

Muitas vezes, os empreendedores procuram entender aspectos técnicos, querendo saber como funciona o algoritmo do Instagram, como funciona a campanha de Facebook ADS, o que ele deve fazer em seu site para ele carregar mais rápido e melhorar o SEO. 

Mas, na verdade, o que os empreendedores deveriam entender é que precisam dedicar mais tempo para o conhecimento do seu próprio cliente, ao invés de procurar respostas em conhecimentos técnicos. 

Você pode não entender sobre o melhor sistema para você comprar (seja ele custo por clique ou não), mas se você entender o que você vai falar em seu anúncio de marketing e qual é o argumento que você irá utilizar para que atraia a atenção do seu cliente em você ou no seu produto, o seu anúncio vai funcionar e vai dar muito certo.

Case RD Station de ICP

A RD Station sempre quis criar um software, uma ferramenta que desse escala para as pessoas, mas no início da empresa, a consultoria foi a saída mais propícia ao momento porque o software demoraria um tempo para ser desenvolvido. 

André Siqueira foi quem desenvolveu a consultoria e conquistou atingiu dois objetivos que a empresa precisava de uma maneira só: 

1 – Ganhar dinheiro no curto prazo para manter a empresa funcionando;

2 – Obter vivência e experiência de seus clientes através da venda de consultoria. Assim, conseguiu pensar em um produto para oferecer que atacasse as dores e resolvesse os problemas de seus clientes.

Como? 

A RD pensou: “Olha, você que é cliente da consultoria, você vai ganhar essa ferramenta para testar e ajudar nos ajustes da própria ferramenta”. E a partir de então, a empresa foi realizando testes para implementar na plataforma o que melhor se adequasse aos seus clientes.

“Neste caso, havia um criador de Landing Page, e eu me lembro que a gente criou algo parecido com o Google Forms que a pessoa falava assim: “escreva aqui o título da Landing Page, agora os três pontos descritivos, agora coloque uma imagem, agora indique quais campos você quer no formulário. Pronto, a sua Landing Page ficará pronta em uma hora”. E aí a gente fazia a Landing Page na mão e perguntava ao cliente se atendia. E assim a gente criava uma funcionalidade que criava isso de forma automatizada e que não precisa fazer na mão”, contou o co-fundador da RD Station.

O grande aprendizado com este case foi a proximidade com o cliente. No caso da RD Station foi uma consultoria, mas em outros casos pode ser uma conversa de balcão, entre outras possibilidades.

E você, empreendedor tubarão? Já sabe as dores profundas do seu cliente? Você conhece bem o seu cliente? 

Eu te convido a nadar junto aos tubarões para ganhar um mar de conhecimento e colocar em prática na sua vida empreendedora. Afinal, você não é mais uma sardinha, não é mesmo!?

Compartilhe este post nas suas redes sociais

Compartilhe este post nas suas redes sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Não curti.

Meh…

Curti!

Não curti.

Meh…

Curti!

Você também pode gostar de:

Você também
pode gostar de:

Enterprise agility: o que era uma opção, agora é essencial

Empresas ágeis são aquelas que estão conseguindo…

Como melhorar a experiência do cliente?

Quando você encanta seus clientes e agrega mais valor…

Enterprise agility

Empresas ágeis são aquelas que estão conseguindo…

Experiência do cliente

Quando você encanta seus clientes e agrega mais…